Blog

1

Frenagem… como realizá-la!?

Antes de tudo gostaria de lembrar que o texto que segue abaixo é o meu ponto de vista, portanto, pode ser que ele não funcione adequadamente a todos (principalmente o aspecto de número 2)… mas vamos lá!!!

Um dos mais importantes aspectos para obtermos baixos tempos de volta é a frenagem. É ela quem permite que desacelermos o suficiente para entrarmos numa curva. Porém dominá-la é muito difícil. Se freamos demais, entramos devagar demais na curva, e então perdemos tempo não só na curva como também na reta que a sucede. Se freamos pouco, entramos rápido demais na curva e então abrimos a curva demais, indo para o lado sujo, ou exigimos demais do pneu, e assim também perdemos tempo. Podemos ainda desacelerar o kart o suficiente, mas se fizermos isso em um grande espaço estamos perdendo um local em que poderíamos estar acelerando. Portanto, para irmos o mais rápido possível temos não apenas que frear o suficiente, mas no menor espaço possível.

Vou, a seguir, passar a minha experiência pessoal de como realizar uma boa frenagem. Aprendi o que vem a seguir tanto na prática, correndo efetivamente, quanto lendo (www.karting1.co.uk, entre outros) e jogando em simuladores (rFactor).

O principal objetivo de uma frenagem é colocar o kart na velocidade ideal da curva que vem a seguir. Não queremos entrar rápido demais e o freio permite que ajustemos nossa velocidade de acordo com a maneira que contornamos as curvas.

Quando estou correndo, procuro fazer o seguinte:

1 – Alinhar o kart, pois a capacidade de frenagem aumenta quando estamos em linha reta, já que os pneus se concentram apenas em desacelerar, e não em também fazer uma curva ao mesmo tempo;

2 – Pressionar muito forte e rapidamente o freio. Às vezes temos a impressão de que já estamos freando o suficiente, mas sempre há espaço para frear mais forte, e, assim, desacelerar o kart mais rapido, o que nos permite frear em menos tempo e menos espaço;

3 – Após exercer pressão sobre os freios conforme descrito, o kart irá desacelerar fortemente. O ideal é que apenas isso aconteça. Porém, caso o freio seja muito forte, ou haja algum desequilíbrio no acerto o kart, ele pode apresentar travamento nas rodas (traseiras). Caso isso aconteça, devemos, então, diminuir levemente a pressão exercida no freio (de 100% para 95%, por exemplo) para que a frenagem continue a ocorrer rapidamente e de forma equilibrada;

4 – Depois de ajustar a velocidade do kart de acordo com a curva seguinte, basta soltar o freio e acelerar. Pessoalmente, gosto de começar a aceleração muito pouco antes de soltar o freio para subir a rotação do motor e assim ganhar mais potência na reaceleração.

Vale lembrar que queremos frear o mais tarde possível, então temos sempre que tentar frear um pouco mais tarde do que estávamos fazendo anteriormente, até chegarmos ao nosso limite. Isso nos levará a tempos de volta cada vez mais baixos. Quando estamos no limite da nossa capacidade de frenagem, para melhorarmos ainda mais nossos tempos, devemos frear um pouquinho antes do nosso limite. Assim, damos tempo para o kart se balancear após a frenagem e assim ele entra mais estável na curva a seguir, com o peso bem distribuído nas rodas.

Alguns podem achar loucura eu postar algo do tipo… eu, um dos competidores da ASSEKA, mostrando a meus rivais como podem ir mais rápido. Bem, faço isso primeiramente pois confio muito nas minhas habilidades. E faço também pois quanto mais rápidos meus adversários forem mais rápido terei que ser, e assim eu também evoluo.

Abraços!!!

Eduardo Benvenuti

0

Nitro.

Assim como na StockCar os karts que são usados pelos pilotos da ASSEKA também têm nitro.

Veja o Edu acionando o Nitro.

[photopress:blog_1.jpg,full,centered]

0

Cada dia melhor.

[photopress:Untitled_1_copy.jpg,full,centered]

Cada dia melhor. Essa é a minha sensação.

De corrida em corrida eu percebo que há um grande salto de qualidade de pilotagem, respeito entre os pilotos e credibilidade, por que não, da ASSEKA.

Apesar da hegemonia do Vinicius Neves, tem muito piloto bom vindo atrás e, chegando. Os cinco primeiros colocados são exemplos disso. Veja o gráfico:
[photopress:classificacao_25496_image001_1_2.gif,resized,centered]

Agora resta saber como serão as últimas 3 etapas do ano. O Vinicius vence? Lucas consegue chegar? Eu já fiz algumas contas, e o gráfico ajuda um pouco nesse sentido. Probabilidade, estatística, ou seja, matemática geralmente não falha.

Parabéns ao Elton pela grande e limpa vitória, de ponta a ponta. Só faltou a volta mais rápida que o Lucas conseguiu por diferença de 3 centésimos.

Abraços.

0

É, você mesmo…

…que passa por aqui e não deixa seu comentário.

Comente aí. Não se sinta reprimido. Solte os dedos e escreva seu comentário.

Faça como nosso amigo Vinicius, que já comentou mais de 70 vezes.

O espaço é seu, mesmo que não seja, ainda, um piloto da ASSEKA.

Abraço!

0

NET.

Ooo servicinho de atendimento ruim!

Para começar, me enganaram e não falaram que eu podia migrar da extinta Vivax para a NET, ou seja, iriam cobrar o valor cheio.

Depois, fiquei sabendo que eu poderia migrar e que pagaria bem menos, pois foi o que eu fiz, liguei lá e migrei de serviço.

Pedi um dos combos que eles oferecem e a atendente me deu 3 pontos de TV gratuitos, mais duas extensões de telefone para as duas linhas do combo (uma delas será exclusiva da ASSEKA, em breve) e marquei a instalação para o sábado (3 semanas atrás).

Ninguém apareceu. Liguei para a NET e questionei o motivo, quando me disseram que eles não iriam por falta de agendamento. Que? A vendedora simplesmente não agendou. Briguei, briguei e nada, como sempre.

Semana passada, finalmente foram instalar o bendito combo. Perguntei aos instaladores o que estava especificado na ordem de serviço. Para minha surpresa, não havia mencionado nada sobre o terceiro ponto de TV gratuito e as extensões dos telefones. Adivinhem? Instalaram pela metade. Não por culpa dos instaladores, mas pela desorganização da NET. Os instaladores fizeram um belo serviço, além de serem muito bacanas.

É brincadeira o péssimo serviço de vendas, suporte, atendimento que a NET presta. O duro é que acabamos ficando nas mãos deles.

Resumindo, instalaram, está funcionando, o Virtua não chega aos 3 megas contratados nem com oração e jejum, a TV está funcionando uma maravilha e o telefone ainda não testei.

Agora estou esperando a boa vontade da vendedora que me atendeu retornar a ligação para me esclarecer o motivo da não instalação dos itens a mais. Vai saber quando isso vai acontecer.

Pelo menos está melhor e mais rápido que o Speedy, e não pago mais o Terra.

0

rFactor.

[photopress:rf1.jpg,full,centered] O carro verde ASSEKA já tem!

Baixei o demo do rFactor.

Sei que alguns de vocês jogam e gostam bastante. Ontem descobri o motivo. O jogo é bem loco mesmo. Os gráficos são bons, a jogabilidade, pelo menos no teclado é boa, os movimentos dos carros são bem reais, fico imaginando no volante.

Vi alguns vídeos no YouTube e achei vários “clãs” aqui do Brasil. Vocês estão em algum deles? Qual é o mais legal?

Contem! Quero saber mais desse jogo….quem sabe não aparece um F1 ou um Stock com as cores da ASSEKA lá, hehehe.

Abraços.