7ª etapa e 8 anos de vida

[photopress:IMG_7293.JPG,full,centered]

Vamos lá. Sobre a sétima etapa (nossa esse ano está voando, não?) alguns pontos interessantes que valem a pena esse post:

Primeiro

8 anos de ASSEKA. Quem é que imaginou que chegaríamos até aqui?! No caminho para Cotia, sábado passado, refletia sobre isso com meu pai. Quanta história, quantos momentos marcantes, quanta coisa já rolou. A conclusão que eu chego a cada ano que passa é que sim, vale a pena fazer algo que gosta, principalmente por conta dos princípios que tanto falamos. Acredito que a cada etapa, a cada corrida, saímos diferentes, amadurecemos. Nossa que viagem, tudo isso pra uma corrida de kart? Alguns desavisados podem questionar, e questionam de fato (já ouvi cada uma!), mas uma resposta resume bem: é muito além de kart!

Segundo

Nesse mês de festa, nada mais gratificante, um belo presente, ver a pista cheia. Foram 62 pilotos em mais um final de semana histórico. Estreamos uma nova categoria, e voltamos ao bom patamar de pilotos nas 2 categorias do Campeonato ASSEKA.

Terceiro

Open Kart GTBR ASSEKA, começou, e bem, forte. Foram 23 pilotos, algo que sinceramente superou a minha expectativa. Pilotos virtuais do GTBR, de outros campeonatos e da própria ASSEKA. Venceu o estreante Luiz de Campos, logo apelidado de filho do Ikeda, Japajato, entre outros. Bom o menino, muito bom.

Logo logo vou anunciar a minha aposentadoria da ASSEKA, não consigo mais escrever, como participei da corrida, farei um relato daquilo que vi, ou seja, a minha corrida e retardatários.

Larguei em segundo, o Japajato em primeiro, Elton Andrade em terceiro. Logo na largada cai para terceiro e assim fiquei a corrida toda. Conseguia chegar no Elton quando apareciam os retardatários. No final, quando tive a melhor chance de ultrapassá-lo, passei do ponto, quase o tirei da corrida, mas devolvi a posição. Nós, os três primeiro, terminamos muito próximos, coisa de menos de 0.5s.

Esse campeonato tem futuro, se conseguirmos manter pelo menos 14 pilotos por etapa, valerá apenas consolidar na temporada 2013.

Quarto

SUPER 100. Não sei não, mas com a falta do Samuel Bezerra, um resultado meia boca do Marcel Magalhães e a minha vitória esplêndida, acho que voltei para brigar pelo título.

Entrei na pista, troquei de kart, fiz uma volta rápida e com ela a pole. Olhei para o lado e vi o João “Jony” Luz. Olhei para trás, o Marcel. Ferrou! Pensei comigo: “Esses dois malas vão me engolir na primeira curva.”. Aí que começou toda a polêmica.

Explico:

Largada no farol. 4 luzes vermelhas. Quando a última acendeu, dei um baita de um impulso, com o kart ainda parado e saí, com a luz apagada. Depois da corrida quinhentos vieram me perguntar se havia queimado largada. Não, não queimei, caso contrário seria punido.

Daí começou a outra polêmica. Os fiscais dariam penalidade para o organizador da bagaça? Digo, sim, por que não?! Só sei que uns caras ficaram de bico pra mim, nem apareceram no pódio!

Mais um motivo para a aposentadoria.

Rodrigo Ferreira, que largou em quarto, caiu lá pra trás na curva 3, o grampo, mas recuperou barbaridade e conquistou seu primeiro pódio na ASSEKA! Outra novidade no pódio foi André Vergamini, em quarto.

Rafael Paes e Raphael Goes, os estreantes da categoria!

85 PRO. Luiz de Campos, sim, ele novamente, venceu. Vinicius Neves, voltou a andar bem, terminando em segundo. Valdir Silva, andou pacas, terminando em terceiro. Jony em quarto e Bruno Lanzo, que esqueceu do pódio, em quinto!

Karl Richard e Marcel, o vice líder e o terceiro colocado na classificação geral foram penalizados e com isso embolaram ainda mais o campeonato, um vez que o Samuel faltou e o Lanzo pegou pódio!

Aquilo que está escrito na matéria de capa do site, provavelmente mudará bastante. Ainda não atualizei a classificação, mas desconfio do bololo, que deixará as últimas etapas interessantíssimas. Vamos ver!

Quinto

Vem aí mais uma edição da Copa Maná, esse ano com novidade. Ao invés de 2 etapas, como nos anos anteriores, 3. Mais chances para os novatos, mais disputas, mais emoção e divertimento.

Portanto, quem quiser se inscrever, basta acessar o site da ASSEKA e se inscrever. Se tivermos 14 pilotos, no mínimo, será aberta uma bateria exclusiva, caso contrário, andara junto com o Open Kart GTBR ASSEKA.

Sexto e último…

…muito obrigado pela confiança de vocês, pela participação, divulgação, compromisso e tantas outras qualidades que só vocês têm! É gratificante demais ver as pessoas alegres, felizes, ajudando, e incentivando o trabalho realizado.

Agradeço a Deus a vida de vocês, que fazem da ASSEKA o que ela é!

Rumo ao jubileu de estanho!

Voltar para o topo