Blog

Avaliação do Kartódromo de Interlagos

[photopress:dav10189.jpg,full,centered]

Como prometido, segue a avaliação do Kartódromo Ayrton Senna, ou Kartódromo de Interlagos, ou Premium Interlagos.

Na última sexta-feira, 13 de janeiro, estive com alguns amigos do trabalho e da ASSEKA no kartódromo, com dois objetivos: brincar um pouco e; conforme sugestão dos pilotos da ASSEKA via debate sobre o regulamento do campeonato deste ano, avaliá-lo para possível inserção no calendário.

Quanto à diversão: é sempre muito bom andar de kart com os amigos!

Quanto à inserção no calendário: ainda não é viável.

Explico:

Os pilotos da ASSEKA, a cada temporada ganham mais experiência, tornam-se mais exigentes, buscam nos detalhes melhorar sua performance. Mesmo amadores e conscientes daquilo que os kartódromos oferecem em termos de qualidade técnica e infraestrutura há de se preocupar com o mínimo aceitável, uma vez que não só os pilotos são os consumidores, mas seus amigos, convidados e familiares que o acompanham.

Infraestrutura

Com a concessão da prefeitura à empresa que administra o kartódromo houve de fato uma melhora na estrutura física. Há uma recepção adequada, sala de descanso com TV e vestiário.

Porém, isso tudo há 2 anos atrás estavam completamente diferentes do encontrado na semana passada. A sala de descanso estava suja e com os móveis espalhados. O vestiário, a princípio unissex, constrange um pouco as mulheres do grupo.

Os equipamentos inclusos no valor do aluguel, como macacão, balaclava, luva e capacetes em mal estado de conservação. Os macacões, em sua maioria, rasgados, extremamente sujos e com mau cheiro.

Achei estranho quando fui pegar uma balaclava e me solicitaram que devolvesse no final da corrida. Balaclava não deveria ser descartável? Pois bem, não eram e estavam usadas, assim como as luvas. Quanto aos capacetes, já vi piores.

As áreas comuns do kartódromo (boxes, pit wall, oficina, local onde ficam os karts, etc.) todas sujas e mal organizadas.

De fato, o que parecia um luxo e dava pinta de se tornar uma das melhores opções em São Paulo há 2 anos atrás, neste quesito deixa muito a desejar.

Atendimento

Sem queixas, mas também sem elogios, exceto para a pontualidade que só foi prejudicada pelo fato de que eu enrolei o máximo que pude para que alguns pilotos atrasados pudessem chegar.

Na recepção principal tudo de acordo. Pagamento antecipado em dinheiro ou cheque, pois estavam com problemas nas máquinas de cartão, porém, avisaram antecipadamente por telefone.

Na recepção do local onde pegamos os equipamentos, uma funcionária que dava mais atenção a ligação em seu celular do que aos clientes, que como eu, aguardavam o fim da conversa.

Karts

Escutei em algum lugar que a frota havia sido trocada, fui ansioso ver essa tal frota nova. Bem, se era nova não parecia nem um pouco. Os karts estavam sujos, com adaptações para fixar o tanque de combustível, volante torto, vazando combustível e por aí vai.

Com diferença de perfomance acima de 3 segundos para pilotos de nível similar, alguns karts não faziam curva para a direita, outros estavam com pneus desgastados até a malha, alguns tinham motor bem ajustados, outros não. A maioria dos pilotos, principalmente os mais experientes, terminaram a corrida reclamando de alguns dos problemas citados.

Não sei se existe, mas deveria haver uma norma, ou algum tipo de licença exigindo dos kartódromos uma periodicidade de manutenção em seus equipamentos, principalmente por conta da segurança.

Pista

Fantástica, pena que limitada a apenas 1 traçado dos vários possíveis.

O gramado estava um pouco alto, a pintura desgastada do Campeonato Brasileiro realizado no segundo semestre de 2012 2011, mas nada que tire o brilho desse clássico kartódromo.

Custo

92 Reais por 25 minutos de locação. Caro, por todos esses motivos apresentados acima, porém, dentro do patamar estabelecido pelos principais kartódromos (Granja Viana – 100 Reais e Aldeia da Serra – 120 Reais por 30 minutos).

Agora é com você. Qual sua opinião sobre o Kartódromo de Interlagos?

* Foto de 30/01/2010

8 Comments

0
  • Ronaldo Benvenuti

    Só posso dizer uma coisa: uma pena!!!

    Já que Interlagos está inviável, que tal um teste em Aldeia da Serra?

    Abs

  • Tiago Pastore

    Realmente é uma pena. Um Kartódromo tão tradicional que leva o nome do maior piloto de todos os tempos não deveria ser tratado desta forma. Não sei se resolve, mas um email para os responsáveis ou para o setor da prefeitura que cuida disso talvez seria importante, mostrando que após 2 anos tudo continua no ritmo de tartaruga.

    Ouvi dizer que em Atibaia tem um kartódromo muito bom. Ainda não conheço, mas creio que vale uma avaliação.

  • Bruno Escarim

    É o próximo Ronaldão, quinta-feira. Topa?

  • Rodrigo Ferreira

    A parte da diversão sempre vale muito, andar com os amigos divertidíssimo, sem contar as 4 voltas no piloto profissa Golias, o GIGANTE, só isso já valeria a ida ao kartódromo.

    Porem reforço o que os amigos citaram, um kartódromo com a historia e o peso que este tem para o automobilismo brasileiro, não poderia estar nas condições que se encontra, abandonado, abandonado em todos os aspectos.
    Em algumas partes do circuito a zebra estava toda rachada e com algumas fissuras grandes, meu kart não fazia curva para direita, achei que era por causa do meu volante de KOMBI torto, mas para minha surpresa meus pneus dianteiros estavam na lona. A condição de todos os karts era essa.
    Sobre a Infra-estrutura, se é que da pra chamar o que temos lá de infra-estrutura. Vestiário unissex igual o da balada da banheira do nosso amigo GOLIAS, os banheiros próximos a recepção estavam fechados, os únicos abertos eram os do final dos boxes, mal cheirosos e sujos tanto o masculino quanto o feminino. As balaclavas e luvas que são EPI´s como já diz o nome “equipamento de proteção individual”, são para proteção individual e descartável, mas acho que esqueceram de avisar a administradora do kartódromo, os macacões, velho o que era aquilo, se a PEREIRÃO vir um macacão naquele estado ela nunca mais na VIDA usaria macacão. Eram pedaços de pano faltando remendo, tinham uns de manga curta.
    Mais bamo q bamo que o show não pode parar.

    Vamos ver se na próxima parada do ASSEKA TOUR testamos o kartódromo da Aldeia da Serra.

    Abcs

  • Paulo

    Realmente o kartrodomo está totalmente abandonado, os karts precisando uma boa manutenção.
    Porém jogar o HOMEM PICANHA pra fora da pista não tem preço!

    Abraço

  • Ronaldo Benvenuti

    Que horas?

  • Daniel Pastore

    Tá Fora……vamos procurar outro, sorry por não ter ido na Aldeia Bruno…nos próximos eu vou.