Blog

Torneio Feminino esquenta sexta etapa.

Debaixo de forte garoa no kartódromo Granja Viana, ultrapassamos a barreira que divide a temporada e, oficialmente, iniciamos o segundo turno. Além das habituais baterias da 85 PRO e SUPER 100, as mulheres que participaram da terceira edição do Torneio Feminino fecharam com chave de ouro mais uma grande tarde/noite de competições da ASSEKA.

SUPER 100 na pista, confirmando a cada etapa sua consolidação como categoria de “peso”, grandes pilotos e belas disputas, tivemos na classificação a pole-position cravada pelo líder isolado do campeonato Daniel Mahseredjian. Ao lado dele alinhou seu companheiro de equipe na 85 PRO, Marcel Magalhães.

Durante a primeira metade da corrida Daniel e Marcel ficaram colados. Na sexta volta Marcel deu o bote e ultrapassou Daniel. Na nona volta Ronaldo Benvenuti pressionava Daniel Pastore, e na tentativa de ultrapassá-lo na curva um, acabou perdendo o ponto de frenagem e rodou. Mesmo assim conseguiu terminar na quinta colocação, a frente dele. Em quarto terminou Tiago Martins. Marcelo Pimentel foi o terceiro. Na última volta, Marcel sofreu uma pressão incrível do Daniel, mas recebeu a quadriculada primeiro.

Fim dos trabalhos na SUPER 100, os pilotos do “tudo-ou-nada” da 85 PRO ACESSO, aceleram em busca do menor tempo! Ubirajara Guarany é o pole-position, Jefferson Souza, estreante, largou na segunda posição do grid.

O Ubirajara foi embora e abriu uma grande distância para o segundo colocado. Rodrigo Ferrara foi o destaque da corrida. Largou em terceiro, acabou perdendo algumas posições e estava ficando de fora das três vagas que garantem participação na categoria PRINCIPAL. Mas, Edmundo Neto rodou sozinho e acabou perdendo várias posições. Ferrara se aproveitou e acelerou. Conseguiu inclusive ultrapassar o estreante Jefferson Souza na subida da ex-torre, conquistando a segunda colocação. Eduardo Benvenuti, na ultima volta, encostou em Jefferson e também o ultrapassou terminando em terceiro. A vaga extra ficou com Ricardo Gornati.

Na PRINCIPAL Cristian Peticov foi o mais veloz na classificação e colocou seu kart na posição de honra do disputado grid. Ao lado dele alinhou João Luz. Marcel Magalhães, líder do campeonato, estacionou seu bólido na terceira marca.

Logo nas primeiras voltas João ultrapassou Peticov. “Peti” por sua vez tentou ultrapassá-lo no final da reta, mas João fechou a porta o fez trabalhar duro para segurar seu kart na escorregadia pista.

Wagner Queiroz fez uma belíssima ultrapassagem em cima de Elton Andrade, era a disputa pela sexta colocação. Enquanto que o tricampeão da ASSEKA Vinicius Neves, que rodou logo na primeira volta, seguia nas ultimas posições lutando para não “cair”.

Nas últimas voltas João, que seguia em primeiro, teve uma pane em seu kart, que simplesmente apagou. Ele, desesperado, saiu do kart, religou o motor e voltou para a pista na segunda colocação, fruto da boa vantagem que vinha abrindo dos demais pilotos. Peti, com isso, se viu líder novamente e recebeu a quadriculada comemorando muito.

João, desolado, fechou em segundo, seguido por Marcel, seu parceiro Daniel, e Bruno Temple. Assim, “caíram” para a ACESSO: Bruno Lanzo, Ronaldo Lacerda, Adriano Ravasi e Gabriel Mazzaro.

Eis que então entra na pista a bateria mais esperada da noite, ou talvez do ano: a terceira edição do Torneio Feminino da ASSEKA, que contou com 13 mulheres.

As campeãs das edições passadas, realizadas em 2006 e 2009, respectivamente, Juliana Escarim, esposa do organizador da ASSEKA, Bruno Escarim, e Érica Pacher, namorada do piloto Elton Andrade, marcaram presença na tentativa de conquistar mais uma vitória, mas, não foi bem isso o que aconteceu.

Na classificação, já era possível notar quem era a “pilota” que se adequava mais rápido as condições de pista, ainda molhada. Natalia Guarany, filha do piloto Ubirajara Guarany, foi a mais rápida nos treinos e alinhou na primeira colocação, 4 segundos mais rápida que a esposa do piloto Marcel Magalhães, Érika Magalhães. Vivian Queiroz, irmã do piloto Wagner Queiroz, alinhou em terceiro, lado a lado com Érica Pacher.

Dada a largada, à medida que elas se aproximavam todas juntas e espremidas na curva 1, os gemidos preocupados e ansiosos da torcida aumentava. Logo em seguida palmas de alívio e congratulações “encheram” a área dos boxes, uma vez que não houve nenhum incidente.

Daí por diante o que se viu foi uma passeio de Natalia que a cada volta aumentava sua vantagem para as demais concorrentes. Bruna Lopes, que largou na última colocação, terminou na segunda colocação.

Juliana Escarim saiu da sexta colocação e conseguiu belas ultrapassagens terminando em terceiro, enquanto que Érica se sustentava na quarta colocação. Em quinto, fechando o pódio Érika Magalhães.

A próxima etapa do Campeonato ASSEKA de kart amador acontece dia 27 de agosto, no kartódromo Granja Viana, infelizmente, sem as mulheres na pista, que voltam no próximo ano.

No Comment

0

Sorry, the comment form is closed at this time.